FÉ E ALEGRIA CELEBRA A EDUCAÇÃO POPULAR NOS 15 ANOS DO FÓRUM SOCIAL MUNDIAL

FÉ E ALEGRIA CELEBRA A EDUCAÇÃO POPULAR NOS 15 ANOS DO FÓRUM SOCIAL MUNDIAL

Compartilhar vivências. Trocar experiências. Este é o objetivo do espaço da Fundação Fé e Alegria RS no Fórum Social Mundial, que acontece de 19 a 23 de janeiro.

A partir das 8h30, a Fundação Fé e Alegria estará presente, dia 22 de janeiro, no Centro Municipal de Educação dos Trabalhadores Paulo Freire – um dos territórios do Fórum -, dentro da programação do Fórum de Educação Popular.

No espaço intitulado Desafios e Possibilidades na Educação Social, a Fundação, através de atividades lúdicas, oficinas e bate papo, oferece aos participantes, a possibilidade de refletir e conversar sobre Educação Popular de forma prática, como modo de colaboração e troca de conhecimento. Educação se constrói no dia a dia, através de trocas, vivências, experiências e entrega, comenta a Educadora Social de Rua, Carmen.

Serão duas atividades práticas e outras duas teórico-práticas. A abertura da atividade será conduzida pela psicóloga do Programa Ação Rua, Gabriela Probst e a assistente social e coordenadora institucional Bruna Brum, que abordarão os desafios e possibilidades no trabalho socioassistencial.

Buscando refletir o compromisso e o comprometimento dos indivíduos nos espaços de atuação, a dinâmica de sensibilização promovida por Carmen Biyicasè, aproxima os participantes do FSM da Fundação. Já a atividade ministrada pelo Educador Social de Rua, Charles Brito (da Família Artesanal) fala sobre a importância das cores no cotidiano dos sujeitos, lançando luz sobre o papel da educação na transformação da metrópole e sua falta de cores.

O Sangue que Circula é o título da atividade ministrada por Vladimir Motta, Educador Social de Rua, que traz a capoeira como instrumento de reflexão. Será que os educadores estão prontos para Educação Social contextualizada e politizada? Esse é o grande desafio apresentado pelo educador na atividade.

Enquanto tudo isso acontece, os participantes poderão vivenciar as potencialidades da educação popular. Educand@s farão a cobertura jornalística do evento – uma das práticas da Educomunicação – promovidas pela Fundação, acompanhados pelo educador Danilo Marinho, que finalizará apresentando a proposta de Educomunicação da Fundação.

 

SERVIÇO

Nome da atividade: Desafios e Possibilidades na Educação Social

Participantes: Bruna Brum, Carmen Biyicasè, Charles Brito, Danilo Marinho, Gabriela Probst, Vladimir Motta.

Responsáveis: Bruna Brum (Coordenadora Institucional)

Telefone: (51) 3362.1200

E-mail: bruna.cabral@fealegria.org.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 + 5 =