Relatoria seminário de metodologia e organização 09/04/2015

FÓRUM SOCIAL PORTO ALEGRE 15 ANOS

SEMINÁRIO DE METODOLOGIA E ORGANIZAÇÃO

09maio2015 – Casa dos Conselhos de Porto Alegre

Ajuda Memória

 

 

OBJETIVO:

Debater quais as questões centrais a serem incorporadas na edição do Fórum Social Temático 2016 em Porto Alegre.

 

DINÂMICA:

A partir das problematizações apresentadas pelos convidados, fazer uma discussão em pequenos grupos para refletir sobre as alternativas de temas e de metodologia do evento. Após, socializar as discussões dos grupos em plenário e ver quais os encaminhamentos possíveis.

 

QUESTÕES APONTADAS PELOS CONVIDADOS:

 

CHICO WHITAKER (Justiça&Paz):

Há muitas críticas ao processo do FSM. Mas é preciso se afirmar que o FSM é organizado não de cima para baixo, mas de baixo prá cima, principalmente, pelas organizações do país que irá sediá-lo. O QUE NÃO DÁ PRÁ MUDAR: Ser organizado de baixo prá cima; Ser organizado pelas organizações sociais do local onde será realizado; Não deve ter documento final – Não há acordo sobre os temas, e não há como resolver o processo democrático; A horizontalidade, ninguém é mais importante que ninguém… Não há atores, nem lutas, nem causas mais importantes, umas que as outras; Fórum Social não é um movimento, não é um evento, é um espaço que tem uma dinâmica e metodologia própria; Não se pode votar porque com a divisão pode haver problemas de unidade;  O QUE DÁ PRÁ MUDAR? Ver como resolver a questão das convergências, como aproximar mais lutas comuns; Como dar visibilidade pública para estes acordos e mudanças políticas; O Fórum Social, como processo, cada um tem direito a fazer onde e como, seguindo a Carta de Princípios;  Alguns movimentos sociais atuais nasceram e cresceram na dinâmica do Fórum Social; Há até partidos, como o Syriza/Grécia e o Podemos/Espanha que se espelham no FSM; O PROBLEMA DA GOVERNANÇA? Até o nome é ruim, porque se tem “governança” quer dizer que tem governo. O Conselho Internacional do FSM é um problema e tem que ser resolvido e pensar alternativas de sua estruturação;

DAMIEN HAZARD (Abong):

O QUE NÃO PODE MUDAR: Abrangência, diversidade, horizontalidade; DESAFIOS DO MUNDO: Apesar de avanços de conquistas de agendas do FSM, o poder do capital continua ampliando… o Capitalismo se mantém forte, e os governos, mesmo progressistas, tem uma influencia muito limitado; Há uma nova geração de movimentos, atores, e agendas…. tem outra forma de se organizar, outra forma de se manifestar; Coloca-se um grande desafio para os movimentos tradicionais que continuam; A QUESTÃO É COMO O FSM PODE CONTRIBUIR: DESAFIO: Buscar dialogar uma estratégia articulada de resistência e enfrentamento do capitalismo; DESAFIO DE MAIS VISIBILIDADE… O FSM PRECISA SER CONHECIDO PELA SOCIEDADE EM GERAL; DESAFIO DAS CONVERGÊNCIAS – TEMÁTICAS, REGIÕES; DESAFIO DE MAIS POSICIONAMENTO POLÍTICO DOS MOVIMENTOS SOCIAIS QUE OCUPAM O PROCESSO DO FSM; É PRECISO RADICALIZAR A HORIZONTALIDADE, PARA SERMOS MAIS CRIATIVOS; SOMOS ARTISTAS DA LUTA POPULAR; PENSAR A NOVA SIMBOLOGIA – 15 ANOS É IMPORTANTE, MAS TAMBÉM RETOMAR O TEMA DA CONTRAPOSIÇÃO À DAVOS; Inovar na própria expressão política, além dos textos, com arte… Pensar a cultura da sua diversidade… pensar como as diversas expressões artísticas….cinema… ver como ela se incorpora no processo metodológica…. não tem nenhum revolução que não tenha sido acompanhada por cantos e tambores… o olhar sobre a estética da arte é um olhar sobre o belo, e o belo nos aproxima da utopia; A cultura é política e a política é cultural; Intercambio, convergência das culturas; FÓRUM SOCIAL MUNDIAL DE RESISTÊNCIA; Temos muito mais convergências do que pensamos; Os direitos tem tudo a ver uns com outros, é só pensar; estamos num grande espaço, mas cada um no seu espaço; As Convergências podem iniciar antes do próprio evento;

 

 

MOEMA MIRANDA (Ibase)

O Fórum Social Porto Alegre pode ser um momento de reflexão com esta caminhada; Não podemos correr o risco de dialogar sobre o que fizemos, sem que a gente olhar o que mudou ao redor, sendo autista; O que mudou prá pior? – transição muito dramática de economia de mercado, o mercado organiza a sociedade, cultural, política, tempo; o mercado organiza o nosso tempo, os nossos gostos, interesses, etc… Todas as dimensões da vida humana estão perpassadas pelos interesses de mercado; O Fórum foi pensar como espaço de encontro e troca de posições entre as redes e movimentos sociais…. – e estes movimentos estão fragilizados; Espaço de convergências e de encontro…Há setores que estão longe…As disputas nacionais tomam conta das agendas das lutas e movimentos sociais muito maior que na época de 2001…Tá muito difícil articular as redes e movimentos latino-americano; USAR O ESPAÇO PARA O DEBATE DE DIFICULDADES COMO FAZER DIÁLOGO;

 

 

MALU VIANA (FPHip-Hop)

Cada um é sujeito e ator de seus espaços…. como ser sujeitos num espaço coletivo? O que assusta… violência contra a juventude negra… como esta juventude está sendo tratada, como está sendo vista??? Como recolocar a luta dos movimentos sociais… onde a gente se une? As desconferências foram momentos importantes para nossa expressão… As pessoas não se sentem satisfeitas com estas atividades pensadas e criam outras…Muitas pessoas não sabem para que nasceu o Fórum Social; Como os novos atores vão participar se não tem voz nem vez? Como ampliar a participação sem mudar a linguagem? Na Tunísia o hip-hop se construiu por fora das agendas oficiais, tomou as ruas e criou integração entre os jovens sem que a organização sequer soubesse o que estava acontecendo.

 

 

 

QUESTÕES PARA O DEBATE

 

Considerando que:

  • queremos que o Fórum Social Porto Alegre seja organizado não só pelos movimentos e organizações do RS, mas também aquelas brasileiras que atuam no processo do FSM e de novos atores nacionais, latino-americanos e internacionais;
  • ter a intencionalidade de trazer movimentos da África, Asia e Europa para Porto Alegre;

As questões são de como fazer um Fórum Social Porto Alegre:

  • seja um espaço de denuncia das violações dos vários direitos humanos por parte do capitalismo….(RESISTÊNCIA)
  • seja um espaço de expressão individual de cada luta, cada ator cada movimento….(DENUNCIA)
  • seja um espaço de articulação das lutas nacionais e internacionais (CONVERGÊNCIA);
  • seja um espaço de afirmação das nossas conquistas, propostas e alternativas (CELEBRAÇÃO)

 

PROPOSTAS DOS GRUPOS:

 

Grupo 01:

TEMA: Porto Alegre 15 Anos de FSM

Fazer um Balanço, Avanços e a Perspectiva; Qual o legado do FSM para a posterioridade; Por que o esvaziamento por parte das organizações sociais; Por que a juventude não acompanhou este processo; Como fazer para descentralizar o FSM com Pré-Fóruns nas Regiões do Orçamento Participativo; Mobilizar a juventude através das mídias alternativas; Fórum ser um processo… envolver toda a cidade; Pré-Conferências nas regiões e depois reúne num espaço centralizado que seria o Fórum Social Quinze Anos; O Fórum nem sempre atinge todos os segmentos aos quais pretende representar; Antes o jovem entrava no crime para matar a fome, hoje entra para ter um tênis de marca tem que combates a cultura da violência;

 

Grupo 02:

TEMA: Fórum Social Porto Alegre 15 Anos

Proporcionar o debate sobre os temas que circularam nas edições; Ver como se fazer um evento com a maior participação possível para retomar a mobilização em cima do Fórum Social; O problema do Acampamento da Juventude tem que ter capacidade de mobilizar a juventude, caso contrário não deve acontecer. Não temos mais capacidade de realizá-lo nas condições anteriormente. Não houve renovação; Era uma cidade, com ruas com nomes, com coordenação por ruas, responsáveis; Acampamento serve apenas como dormitório; Se for fazer um acampamento vazio, só com o hip-hop melhor não fazer e pensar outra forma. Perde a concentração de gente; Dentro da “parada” organizativa. Temos que ter uma marcha de abertura muito forte e depois disso uma atividade político cultural no encerramento. Ter uma concentração final e uma atividade de encerramento; Concentrar o máximo de gente através de um show… uma atividade logo após a Marcha de Encerramento… ver pessoas que tenha… vamos ver pessoas; Vamos descentralizar para a periferia à noite…

 

Grupo 03:

TEMA: FSM Porto Alegre 15 Anos

Crise de Civilização no mundo, através do neoliberalismo, estão colocando em xeque o humanismo que nasceu na revolução francesa. Tem que ser um espaço das forças vivas que defendem o humanismo. Trazer as Plaza de Mayo; Elementos atrativos enquanto pauta – Liberdade, Equidade, Igualdade, Democracia… Balanço e Perspectiva. Preocupação em relação ao processo de divulgação. Proposta de que o Comitê Organizar se reúna semanalmente; Que a gente possa ter a cultura atuando em todos os espaços, não como dinâmica de show, mas das atividades dentro dos debates. Muito de que os novos atores não participam porque não veem resultados palpáveis, concretos. É preciso que as propostas sejam colocadas em prática. Que as Propostas e Sugestões possam acontecer. FORMATO: Descentralização – Não ter somente um espaço – Ter debate nas regiões – Novo dinamismo no Fórum –

 

 

ENCAMINHAMENTOS:

 

Nome: Fórum Social Porto Alegre 15 Anos

(Divergência sobre o “Mundial” no nome)

 

Objetivo: Balanço dos 15 Anos do processo do FSM com base em três eixos: Avanços, Desafios e Perspectivas

 

ATIVIDADES PREPARATÓRIAS

 

  1. a) Realizar atividades nas periferias das cidades com perguntas geradoras sobre a conjuntura, os desafios dos movimentos sociais e o papel do FSM no atual momento histórico.

 

  1. b) Buscar mobilizar para que as pessoas que participaram das edições e momentos do processo do FSM possam trazer ou enviar documentos, materiais, fotos, filmes e todo tipo de expressão para se construir uma memória viva do FSM em Porto Alegre; Incorporar o Instituto Parrhesia, o Fórum Permanente de Hip-Hop e a Rádio FSM no GT Memória.

 

ATO DE ABERTURA:

Ato Político recuperando a memória das principais edições do FSM desde 2001;

(Tarde de 25Jan2016)

 

MOMENTOS DE REFLEXÃO

Mesas de Debates Autogestionárias sobre os eixos

(Manhãs de 26,27 e 28Jan2016)

 

MOMENTO DE CONVERGÊNCIAS

Mesas de Convergências Político Culturais sobre os Eixos

(Tardes de 26, 27 e 28Jan2016)

 

MOMENTO DE CELEBRAÇÃO

Assembleia Popular (Manhã de 29Jan2016)

Marcha de Encerramento (Tarde de 29Jan2016)

Show de Encerramento (Noite de 29Jan2016)

 

Próxima Atividade:

Plenária de Organização, dia 20 de Maio de 2015, as 18hs, Fórum Democrático, Sala Dep. Adão Preto, Assembleia Legislativa do RS;

 

Lista dos Presentes:

 

NOME ORGANIZAÇÃO EMAIL CELULAR
Orlando Vitor Instituto Parrhesia presidente@parrhesia.org.br 5196011960
Malu Viana Juventude/ Hip-Hop/FNMH2 malu.viana01@gmail.com 5185004340
Eduardo Mancuso Rede FALP eduardo.l.mancuso@gmail.com 5181821364
Jorge Cristiano (juquinha) Fórum Permanente Hip-hop jk1ver@yahoo.com.br 5193551381
Leonardo de Albuquerque Rede de Artes integradas leonardo.tarologo@gmail.com 5192129003
Sérgio de Freitas Silva Sindicato dos Artesão RS saergs@gmail.com 5184188427
Lelio Lusarde Falcão Força Sindical falcaoll@terra.com.br 5191244581
Jane Argoll Lá Integracion janeargollomendes@yahoo.com.br 5181441831
Mariana Dutra Instituto IDhES marianadutrateixeira@gmail.com
Felisberto Luisi Orçamento Participativo fluisi29@gmail.com 5184655660
Cesar Bems Unipampa cbems@gmail.com 81000817
Mario Renato Marques Arte TV – Suve mariorlmm@yahoo.com.br 98977745
Luiz Henrique Pereira CUT/RS cutrs@cutrs.org.br 32242484
Maira Rosa Instituto Parrhesia mrsncal@gmail.com 84079600
Silvia Duarte Inst. Girasol silviaduarte176@hotmail.com 97013638
Giovane Luiz de Lima Orçamento Participativo is.giovanbyl@gmail.com 91617360
Jakubasko Rádio FSM jako.baszko@gmail.com 91171868
Copinaré A Costa Prefeitura POA copinare.acosta@gmail.com 96456776
Damien Tazard Abong / Vida Brasil damien@vidabrasil.org.br 7191851662
Adrian Dario Pasdchak Conselho Municipal de Cultura POA dariocamponovo@hotmail.com 85342673
Rogério dos Santos Machado CAR Extremo Sul/Prefeitura POA rogeriomachado@smgl.prefpoa.com.br 5185043019
Maria Isabel Bretanha SMGL Prefeitura POA isabelbretanha@smgl.prefpoa.com.br 5191710755
Marcelo Claro CAR Cristal/PMPA marceloclaro@smgl.prefpoa.com.br 5182651517
Soraya Abramo Mulheres da Paz /Grupo Flor de Lis 5191056985
Laura Machado Orçamento Participativo laura_poa_ccs@yahoo.com.br 5191740643
Oscar Pellicioli Orçamento Participativo oscarlp@smgl.prefpoa.com.br 5192612998
Maximo Alionso Orçamento Participativo maximo@gmgl.prefpoa.com.br 5192612998
Janete Porto Força Verde janeteporto@hotmail.com 5184170177
Dualy Afonso S. Força Verde dualy2010@gmail.com
Jose Antonio Sisilo Movimento Negro jossrs@gmail.com 5180208344
Carlos Boa Hora Forum Municipal dos Conselhos cbmovamete@yahoo.com.br 5191979098
Geny Pinto OP Porto Alegre 5191764599
Joel Romazini Tricot Conselho do Orçamento Participativo joeltricot@gmail.com 84655660
José Claudemir Cidadania em Ação jose.carvalho@smgl.prefpoa.com.br 96978166
Dante dos Santos Menedes UMESPA dantequis.nike@gmail.com
Josmar Guedes Orçamento Participativo josmarguedes98@gmail.com 95805719
Valdir Leggin Coelho CAR ilhas/PMPA valdircoelho@hotmail.com 96080568
Emerson Santos FRENACOO DH ess.emerson@yahoo.com.br 85703929
Luiz Luisi Cidadão luizluissi@hotmail.com 85378341
Chiquinho Anjos Orçamento Participativo FROP CENTRO 84348205
Cesar Ribeiro Mov. Negro POA pdtportoalegre@hotmail.com 85141385
Beto Fagundes Instituto IDhES 91623239
Maria Elaine Rodrigues Mocambo Associação Cidade Baixa mocambo.poa@gmail.com 81376198
Moema Montovani StopTheWall global@stopthewall.org.br 81543012
Pedro Igor Chaves Movimento Educação e Trabalho pedrinhomjtpoa@gmail.com 96253256
Claudisseia V Santos FMNH2 kg Sul – FPh2g bgirlcgia2015@gmail.com 86438875
Helena Movimento Negro 32462800

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 + 2 =